quarta-feira, 17 de outubro de 2012

RENASCER




De repente muitos gritos
A fábrica estava em chamas
O calor e a fumaça me sufocava
Consegui sair do inferno

Oh! Senhor, obrigada
Por mais esta oportunidade
de renascer para a vida
Tenho pressa do perdão

Quero dar vivas à vida
Modificar meu jeito de ser
Esperar ansioso o alvorecer
Agradecer ao sol que a terra 
aquece com amor

Tomar banho na chuva
Beijar a água cristalina que mora
lá embaixo à beira do roseiral
Deitar na relva fresquinha e sonhar

Sentir a fragrância das flores do campo
Que tem no meu pequeno lugar
Olhar o verde das árvores
Que com saudade minhas
choravam

Aqui estou minhas princesas
Daqui não saio jamais
Procurei a felicidade noutro lugar
que era frio e cheio de prédios

Deixei lá minhas amarguras
Para cá vir matar minhas saudades
Minha mãe sorri
Dou-lhe um beijo com ardor
E bem alto digo
daqui não saio jamais

Oh! Senhor, perdoa-me
esse infeliz pecador
que foi buscar longe
o que estava aqui
Amor

Dorli

13 comentários:

  1. LIndo dar-se conta de tudo isso,Dorli! beijos,chica

    ResponderExcluir
  2. Oi Dorli que maravilha de poema!
    Muitas vezes o amor está tão perto e não vemos,
    corremos tanto atrás da falsa felicidade, e ai percebemos que sempre esteve perto de nós...
    Nas coisas simples e belas que Deus nos presenteou!
    beijo de um dia abençoado!
    Mariangela

    ResponderExcluir
  3. Maravilha, por que o simples é o mais belo e está do nosso lado, bata para isso olhar!
    Tenha uma linda quarta feira, querida amiga.
    Beijinhos de estrelas.
    Lua

    ResponderExcluir
  4. Se temos amor no nosso coração encontramos a felicidade no nosso interior. Nem sempre nos damos conta disso, quando a maturidade chega enxergamos com mais clareza estas coisas. Ainda bem que sempre é tempo de ser feliz!

    ResponderExcluir
  5. .


    O que você chama de primeira
    postagem foi a coisa mais lin-
    da e verdadeira que eu já li,
    nesta vida.

    Um beijo e parabéns pelo blog.

    Adorei ser qualquer coisa sua,

    silvioafonso






    .

    ResponderExcluir
  6. .


    Aos 29 anos eu era lindo, assim como
    você, seus avós, amigos e gente de ou-
    tras terras.
    Aos 29 anos eu fiz coisas que não digo,
    não falo, mas sonhar, talvez também não
    sonhe, mas que foi bom ou ruim, com cer-
    teza foi e isso não me deixa dúvidas.
    Saudades eu não tenho, porque preciso
    me dedicar, com a idade que eu tenho, aos
    afazeres do meu tempo. Preciso estudar
    e trabalhar para tornar melhor os 29 a-
    nos de quem ainda não cresceu.

    Um beijo,

    silvioafonso






    .

    ResponderExcluir
  7. Lindo Dorli, muito lindo mesmo!!
    amei.
    beijo

    ResponderExcluir
  8. Dorli, minha amiga!!
    Que poema lindo!!!
    Sim, as vezes não enxergamos o que está bem pertinho de nós!!
    Beijos,querida.
    Soninha.


    * Tem post novo!!!!

    ResponderExcluir
  9. Sólo tenemos que amarnos a nosotros mismos para Amar a los demás y conocer la verdadera dimensión nuestra y la de los demás.
    Un abrazo.

    ResponderExcluir
  10. Meu Deus que coisa linda! É seu esse poema em oração?
    Parabéns é maravilhoso.

    Uma ótima noite beijo.

    ResponderExcluir
  11. Dorli minha amiga. Que poema soberbo! Você entalhou esses versos com a maestria de uma grande escultora da poesia. Ameeeeii!!
    Beijo meu
    Gracita

    ResponderExcluir