quarta-feira, 16 de outubro de 2013

À espera da morte



 Lá está ela a minha espreita, olhando o relógio da vida. De repente ele começa a falhar e sorri a danada. Me perco em medos.Não da mais tempo para nada. O relógio para.
 O que faço, pois enquanto ela debocha de mim vou definhando pouco a pouco, me pega pelos braços e me joga numa rasa cova só para ver meu desespero, a terra está fria, tenho medo do escuro e sufoco nessa terrível solidão. Não lembro de nada, só sinto o agora que me mete medo e eu estática assisto o filme da minha vida. Ah! Se eu pudesse sair daqui, correr o mundo e avisar as pessoas que o melhor lugar é na sua família e bons amigos. Amigos?  Cadê os amigos que não vêm me socorrer, pois daqui a alguns dias não serei mais nada (...) mais nada.
 Aqui dia e noite é tudo igual: estão consumindo meu corpo que começa a putrificar, a carne amolece; vermes sorriem, pois começa o banquete e o que era uma perfumada fragrância é um odor fétido, cheiro de esgoto e eles comem minha carne; não sinto nada. Estou estática, nada posso fazer, é o fim da minha petulância.
 Quero virar meu corpo e não consigo: vejo o banquete que fazem com os meus órgãos. Êpa! Não enxergo mais, devoram meus olhos, vejo com os olhos da mente, esses olhos que viram o que não deveria ver, que acusou, que esnobou, agora se desfaz sereno.De repente um grito...O que será?.
 Um verme é envenenado pela frieza do meu olhar e desfalece e todos juntos numa fúria descontrolada acabaram com toda a minha carne. Só ossos que irão esperar os seus(...) um dia.

Dorli Silva Ramos


31 comentários:

  1. Nooooossa! Inspiração forte, intensa e muito linda! beijos,tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  2. Bom dia Dorli!
    Sua poesia,muito bonita. À esperada morte, isso é a realidade, onde todos vamos receber essas visita sombria. 'O destino é à morte" Para todos. Uma linda inspiração poética. E uma bela imagem.

    Um abraço

    Maria Machado

    ResponderExcluir
  3. Oi, Dorli, o corpo físico é a vestimenta do espírito e deve mesmo apodrecer. Mas, a alma, levanta voo e segue para a sua verdadeira morada, boa ou má, segundo o seu merecimento. Não se amedronte com os vermes rsrs, eles também precisam se alimentar. Mas, gostei do seu medo, viu?rs Um beijo e ótimo dia!

    ResponderExcluir
  4. Virgem Maria amiga Dorli!
    Fiquei arrepiada com esse conto.
    Sou sincera,gostei mas gostaria que não fala-se em morte,não que eu tenha medo,pelo contrário acredito em outras vidas e a morte é uma passagem para outro plano.E aqui somente ficarão os ossos,pois o espírito já estaria bem longe.
    O momento é alegrar-se com a vida que Deus nos proporciona diariamente.
    Um conto bonito e bem reflexivo.
    bjs amiga
    Carmen Lúcia-mamymilu.

    ResponderExcluir
  5. Visceral esse seu conto Dorli. Bem a cara da malvada. Mas que seja apenas um conto. E que tua vida seja esteja sempre iluminada. Bjss

    ResponderExcluir
  6. Bom dia Linda!!!
    Caramba! Hoje você arrebatou! Descrever o que pensa sobre a morte foi bem diferente. Eu digo por mim, do medo que tenho dessa passagem, do que possa realmente ser.
    Não gosto nem de pensar sobre.
    Mas, foi boa a sua explanação, mesmo que nada tocante e sim uma realidade de todos um dia.
    bjs
    Ritinha

    ResponderExcluir
  7. Hum, impactante e reflexiva! Bonita e desafiante...

    Uma realidade que devemos abraçar com maturidade e firmeza!...

    Um beijo... Bom Dia , Dorli...

    ResponderExcluir
  8. Vou pensar ainda em viver, pq depois que essa danada vier não poderemos fazer mais nada rs...

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  9. Bom dia Dorli.. falar dela é sempre uma delicia srsr eu pelo menos adoro pq é a nossa única certeza.. mas deixe ela de lado que a vida ainda tem muito gás bjs lindo diaa

    ResponderExcluir
  10. Boa tarde Dorli
    Amiga, peço desculpa li este texto.. mas recuso-me a comentar...

    Mas deixo-lhe com muito carinho um abraço e um beijo..

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  11. Todos nós tememos a morte, porém é a unica certeza que na trajetória da vida temos, ela nunca falha, ha ditados populares sobre a morte e um que eu digo sempre é: "Se morrer for descanso prefiro viver cansado".
    Então estou esperando ela bem devagar calmo e sem muita preocupação.
    Se pudesse faria isso tudo que você expressa em seu texto.
    Abraço

    ResponderExcluir
  12. Todos..os ricos, os pobres..acabam por morrer. Ninguém pode fugir a isso.
    Apenas uns vivem a vida faustosa enquanto outros a vivem na miséria causada pelos ricos e poderosos que não olham a meios para atingir os seus fins..bem todos claroi.
    Mas morrem como todos. Não tenho medo da morte. Tenho sim, medo de sofrer antes de morrer

    Deixo abraço

    ResponderExcluir
  13. Olá Dorli,
    bom dia,
    Hoje, o meu lado escuro é feliz!
    um texto fantástico,
    eu gostei sentir esta sensação de tristeza e solidão,à espera da...
    (e um pouco de medo de ser comido) =D

    Desejo-lhe uma bela tarde
    um grande beijo

    (Parece que Halloween veio mais cedo do que o esperado)

    ResponderExcluir
  14. À espera da morte
    Também eu aqui estou
    Homens do mundo sem sorte
    Para o deserto ela os levou

    Mas, não venho aqui
    Para da morte falar
    Mas percebi
    Que ela anda por aí a espreitar.

    Dela não posso fugir
    Por momentos a vou esquecer
    Vi uma planta a florir
    Nela uma flor a nascer.

    Vamos falar dessa flor
    E no tempo que está para vir
    Cada um nos braços do seu amor
    Dia e noite de felicidade a sorrir.

    Boa tarde para você,
    amiga Dorli, (Lua Singular), um beijo
    Eduardo.

    ResponderExcluir
  15. E o sol do que olhou para sempre o aclara .

    Sophia de Mello Breyner Andresen


    Beij0

    ResponderExcluir
  16. Olá Dorli, mandei beijos para você no vídeo novo lá no blog, espero que goste.

    Abraços

    ResponderExcluir
  17. Uma espera verdadeira, nascemos para morrer....
    Beijo Lisette.

    ResponderExcluir
  18. Boa Tarde, Dorli

    Amiga, um texto forte, na vida ´a certeza da morte é verdadeira. Não tem como esperar ela chegar, a chegada da morte não avisa, o que vale é o dia de hoje.

    Bjs

    Nati

    ResponderExcluir
  19. Amiga boa tarde.
    Tenho poste novo, não sei se lhe saiu

    beijinho
    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  20. Aplausos amiga, é esse o fim de todos, pobres, ricos, brancos , negros, bons, ruins, petulantes, arrogantes, invejosos enfim, todos passaremos por isso sem exceção. Deixo minha admiração e um bj.

    ResponderExcluir
  21. Boa tarde querida amiga

    Amizade é um laço fraterno que vai se conquistando pouco a pouco.
    Amizade é um elo de Amor que vai se fortalecendo dia apôs dia.
    Amizade requer uma sabedoria toda própria, para que ela cresça e amadureça.
    Amizade é um sentimento de Amor que é perseverante nela mesma.
    Amizade é um sentimento fraterno entre duas ou mais pessoas, que fazem de um todo para fazer os seus amigos felizes.
    Muitas vezes deixam de fazer a sua própria vontade para fazer a do seu querido amigo, só para o ver com um lindo sorriso em seus lábios, que na transparência de seu olhar, sentem que este sorriso vem do fundo de seu coração.
    Obrigada por sua amizade.
    Por sua linda presença lá meu cantinho!
    Por seus amáveis comentários.
    Obrigada de todo o coração
    Uma linda tarde para você
    Abraço amigo!
    Maria Alice

    ResponderExcluir
  22. Dorli,
    Em primeiro lugar, venho deixar o meu abraço. Estive afastado um pouco da escrita, por causa do excesso de trabalho.
    Em segundo quero dizer que o seu texto é belíssimo! Eu mesmo, gosto muito de falar sobre a morte... Embora, ela não seja nada camarada. Podemos até tentar ludibriá-la, mas no momento certo.. ela vem nos trazer uma passagem apenas de ida. Neste momento o sopro da vida, se vai... deixando apenas lembranças para os que ficam.
    Abraços do amigo.

    ResponderExcluir
  23. Olá,
    Hoje foi forte e fez pensar, eu não espero a morte, tenho-a como certa, quando é que me vem visitar?
    Tudo que se inicia tem um fim, caminhamos para a morte desde o momento que nascemos.
    certamente que este post admirou todos os visitantes do seu blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi António
      Eu não sei responder quando a morte irá buscá-lo, a única certeza que tenho que ela virá para todos nós um dia e devemos estar preparados.
      Não acredito que um pequeno conto admirou meus visitantes, mas eu conheço um blog que é de arrepiar, estou sempre por lá: minilua, já ouviu falar?
      Lua Singular

      Excluir
  24. Dorli, a morte mete medo em todos nós, mesmo os mais espiritualizados a temem, eu um dia escrevi um poema sobre ela, "A Dama Temida" qualquer dia reedito, acho fascinante falar ou escrever sobre o assunto, mesmo porque é a única certeza que temos, um dia morreremos.
    Achei aqui uma certa ironia a respeito de amizades, pois é, muitas vezes precisamos usar de metáforas para colocar nossos pontos de vista, pois tem um ditado que diz, "se a carapuça servir que vista", não é mesmo?
    Abraços minha amiga inteligente!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ivone, desculpe, mas da minha parte não houve ironia nenhuma aos amigos. Eu mesma não iria visitar meu melhor amigo se ele estivesse nessa situação, meu estômago não aguentaria.kkk
      Eu amo fazer contos sobrenaturais. Tenho vários no blog, bem abaixo.
      Qualquer dia eu reedito um e a chamo para ler.
      Beijos
      Lua Singular

      Excluir
    2. Verdade amiga, acho que não consegui me expressar direito, claro que não, imagine só, ao ler a parte "...Amigos? Cadê os amigos que não vêm me socorrer..." deixou essa impressão, portanto está explicado!
      Abraços!

      Excluir
  25. Olá, querida amiga Dorli
    Tenho pensado na morte nestes tempos e aproveitado bem a vida pois tudo é tão efêmero que passa num relâmpago...
    Seu jeito de escrever revela o seu Dom à escrita... Parabéns!!!
    Bjm de paz e bem

    ResponderExcluir
  26. Macabro e espetacular texto, Dorli. Bjos.

    ResponderExcluir