domingo, 12 de abril de 2015

Queimei meu passado




 Hoje queimei todo o meu passado
E nesse funesto casarão muito só
Repenso o meu triste desengano
Até as lágrimas secam com o fogo

Um passado cheio de vil mentiras
Traições do meu amor com vadias
Mandei-o embora e só, no casarão
Choro um amor que era só paixão

Mas nem tudo na vida é só tristeza
Vou vender nosso canto de leveza
Enxugo as lágrimas não merecidas

Hoje refiz minha vida com Gabriel
Nosso ninho tem o cheiro de amor
 No brincar das ondas, é lua de mel



16 comentários:

  1. Uma canção! gostei muito.
    beijogrande

    ResponderExcluir
  2. A vida é feita de recomeços. E desgostos de amor com outro anor se curam.
    Um abraço e uma boa semana

    ResponderExcluir
  3. Queimar o passado quando ele é doloroso é o melhor que se faz para das cinzas nascer uma nova vida.
    Um abraço e uma boa semana.

    ResponderExcluir
  4. Lindos versos em uma nova vida,queimando o passando e vivendo um recomeço ao lado do amado Gabriel.
    bjs Dorl.
    Carmen Lúcia

    ResponderExcluir
  5. Que bom quando se queima de vez um passado!
    Gostei muito!

    Excelente semana.
    beijos

    Coisas de Uma Vida 172

    ResponderExcluir
  6. Muito lindo o que escrevestes amiga!!! Amei!!!
    Passando para te desejar uma linda semana!!!
    Bjus

    http://simplesmentelilly.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. O passado sempre deve ficar lá, assim como as dores e mágoas.
    O presente tem sempre o dom da cura e do perdão. E que seja sempre cheio de bênçãos!
    Um lindo dia pra vc, abração esmagador.

    ResponderExcluir
  8. Com um soneto lindo como esse, acho que você não queimou, você ascendeu!
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  9. Que linda sua foto com 29 aninhos, uma gatona.
    O passado a gente não pode mudar, mas podemos mudar o presente.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  10. Boa tarde, será que é possível enterra o passado? o poema é lindo, o que não surpresa, a foto é encantadora.
    AG

    ResponderExcluir
  11. Lindo recomeço, assim é a vida, dar chance a um novo amor!
    Abraços amiga Dorli!

    ResponderExcluir
  12. Soneto-acróstico
    À tristeza

    Quando na fímbria de um desengano
    Um funesto dia portanto se aproxima
    E no palco dessa noite desce o pano
    Infelizmente o vivente perde a estima.

    Mas a existência é feita de esperança
    Ainda que algumas vezes lágrima role
    Refazer aquela vida que nos alcança
    Pode ser que o emocional não estiole.

    Até secam nossas lágrimas sentidas
    Sem que nunca o mundo desapareça
    Sem que saibamos quais as medidas.

    Aí há chance que o sentimento cresça
    Deixando bem melhores nossas vidas
    Onde finalmente todo mal se esqueça.

    ResponderExcluir
  13. Que lindo amiga.
    O importante é cobrir o passado de cinzas, e recomeçar sempre!
    Uma novo amor é uma nova chance para esquecer o que passou.
    Beijos, linda semana
    Mariangela

    ResponderExcluir
  14. Oi Dorli, querida, linda poesia, deixando o passado prá trás e recomeçando novamente. Parabéns pela inspiração. bjs

    ResponderExcluir
  15. Amei teu cantinho. Te sigo... te espero no meu... AbraçO

    ResponderExcluir