quinta-feira, 15 de setembro de 2016

Chuva miúda



Chove fraquinho, eu pego meu guarda-chuva e vou jogar fora as minhas tristezas. Meu coração dói como esse silêncio que invade minha casa ao lado, parece que nem vida tem lá dentro, mas tem... Meu cachorrinho Totó e meus pais ainda dormindo.
Vou andando bem agasalhada, sentindo um vazio que invade as ruas, quase não vejo nada, molho um pouquinho meu rosto. Que delícia! Parece que o mundo se restringe nessa maravilha, O frio dói a alma. As flores e árvores adoram os seus banhos devagarzinhos. O perfume do ar enche nosso coração de amor e, cansada de andar e fome,volto pra casa, entro num banho quentinho para depois tomar café.
Ó Deus, como fez a nossa vida aqui na Terra simplesmente linda! Obrigada.
 

16 comentários:

  1. Tão bom saber ver e agradecer pelas belezas que recebemos! Lindo fds! bjs, chica

    ResponderExcluir
  2. As coisas lindas são sempre simples...
    Magnífico texto, querida amiga, gostei imenso.
    Dorli, tem uma boa semana.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  3. Viu como não é tão difícil assim viver? basta a simplicidade como nesse seu texto. Beijossss.

    ResponderExcluir
  4. Dorli, que emocionante seu texto, nos ensinando que mesmo nos dias mais escuros e frios podemos agradecer a Deus! Gostei muito e desejo que vc se recupere logo! bjs,

    ResponderExcluir
  5. Que lindo, amei ler aqui, bem assim minha amiga, sentir a chuva, a natureza que tem uma força regeneradora dos nossos ânimos!
    Agradecer é tudo de bom, em estado de agradecimento nos colocamos no alto, na sensação suprema de leveza!
    Abraços linda amiga Dorli!

    ResponderExcluir
  6. oi Dorli, que bonito conto sobre vida e gratidão.
    Gostei bastante, em especial da primeira frase.

    Beijos pra ti/Boas inspirações/♥

    ResponderExcluir
  7. Boa Tarde, querida Dorli!
    Fico feliz que tenha melhorado um pouco da saúde!
    Vc escreve com riquezas de detalhes...
    Um post bem de acordo com o dia de hoje e que friozinho faz aqui também!
    Bjm muito fraterno

    ResponderExcluir
  8. Te alegra a chuva miudinha,
    Que lava a Alma e o coração.
    Recuar, no tempo, e ser pequenina
    Ajuda a lembrar tanta emoção.

    Beijo
    SOL

    ResponderExcluir
  9. Que delicia, essa chuvinha.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  10. Que lindo, Dorli! me vi muitas vezes como a personagem do poema, caminhando sem rumo, coração doendo, e então nos maravilhamos com as bênçãos da natureza, voltamos para o aconchego de casa, tomamos um banho quentinho (tudo parece melhor depois de um banho quente e uma noite de sono) e aliviamos a dor lembrando como viver é bom! Abraços!

    ResponderExcluir
  11. Muito bonito!
    Pois é, Deus fez tudo ajustadinho, simples, maravilhoso, mas depois que o homem meteu a mão...Mas a simplicidade é sempre bela, fácil, verdadeira.
    Beijo, querida!

    ResponderExcluir
  12. Adorei o seu texto!

    Beijinhos
    Bom fim de semana.

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  13. Que lindo texto Dorli!
    Agradecer sempre ao Mestre o que ELE nos envia,principalmente essa chuva
    miúda,trazendo um equilíbrio ao ar tão saturado e a nós essa paz confortante
    e relaxante.
    Adorei amiga.
    Bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  14. ... chuva...água...Mar = Bênção Divina...
    Quase sinto o cheirinho a café...
    Beijo n'oteudoceolhar*

    ResponderExcluir
  15. Bela escrita. Um bom texto para reflexão. Uma maravilhosa semana

    ResponderExcluir
  16. Que maximo amei o texto, obrigado pela visita.
    Blog; https://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/
    Canal:https://www.youtube.com/watch?v=DmO8csZDARM

    ResponderExcluir