segunda-feira, 24 de outubro de 2016

Me perdoa, amor




Me perdoa, amor pelo meu silêncio quando a sua vontade era me amar
Me perdoa, amor por nunca declarar o meu amor, pois  ele não existiu
Me perdoa, amor por ter traído você várias vezes enquanto trabalhava
Me perdoa, amor por gastar o seu dinheiro para enfeitar-me para outro
Me perdoa, amor nunca ter sentido prazer nas nossas relações sexuais
Me perdoa, amor pelos quatro anos de relacionamento lhe enganando
Fala, amor
Me bata
Me xinga
Você não diz nada?
Eu vou sair e logo lhe darei a resposta
Ele chega com uma linda mulher
Perguntei: quem é?
É a patroa de hoje em diante, se não tiver para onde ir, durma no quarto de empregada até a gente resolver  o divórcio, depois nunca mais quero lhe ver. Essa mulher que está comigo fui buscar no Bordeaux, uma mulher sofrida que com certeza dará valor no que terá.
Se não quer essa situação vá para um hotelzinho de 5ª categoria e vai tentando arrumar um emprego, mas se nunca teve estudo... A patroa aqui deixou uma vaga no Bordeaux.
Eu irei matar esse amor que está sangrando o meu coração.

Agora, saia da minha frente.

9 comentários:

  1. Como dizia minha avó. Quem com ferros mata, com ferros morre.
    Um abraço

    ResponderExcluir
  2. Para tudo isso não há perdão,pois não existiu o amor.
    Gostei Dorli.
    Bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  3. Nossa! Eita que forte!
    Oi minha amiga, Tô já voltando, andei meio quieta, mas aos poucos vou voltando..Beijos

    ResponderExcluir
  4. Misericórdia.
    Forte e tenso.
    Lembrei de Mil Perdões de Chico Buarque.
    Bravo Dorli.
    Bjs

    ResponderExcluir