domingo, 24 de junho de 2018

Elis Regina



 

Ela foi a maior estrela que brilhou o palco da vida
Sua voz encantava forte até os transeuntes da rua
Me encantou, era bela, sorridente, a  sua voz forte
 Estridente, seu corpo ágil enlouquecia os rebeldes

No palco da vida, cantava com a voz mais linda
Correndo pra cá e pra lá como  sorriso irradiante
Cantava sua voz acompanhada com a feição sua
Seu rosto modificava, sucumbia o corpo à frente

Aos nossos olhos, no palco ó bel vida a  findar 
Se perdeu na fama, na multidão que ia a ouvi-la
Cantava como um pássaro no cio do belo cantar
E aos berros dançávamos a sua frenética música

Tanta voz, tantas músicas, tantos shows, veio dor
As Festas, *** rolava solta, se trancou no quarto
Elis, a pimentinha foi dormir, ela morreu sem dor 
A tristeza tomou conta do Brasil, não teve:  sonho 

DESCULPEM MEUS AMIGOS: SUMIU MINHA POSTAGEM: ARTE DE VIVER
REPOSTO AMANHÃ

sexta-feira, 22 de junho de 2018

Meus amigos!




Quem tem filhos procura dar o seu melhor para que seja uma pessoa de bem e, se não tivesse  freado as rédeas meu filho não seria um moço de bem, estudioso e trabalha no que gosta. Estuda muito. Mas me deu trabalho quanto a matemática, estava na 4ª séria do Ensino Fundamental. Certo dia ele entrou rapidamente em casa, foi tomar banho, jantou e foi dormir, mal sabia ele que já havia vistoriado seu caderno de casa e uma lição pra ele difícil, era matemática.
Ao invés de pedir para que eu o ensinasse(sou professora e adoro matemática), preferiu jantar, escovar os dentes, me deu um beijo e foi dormir.
Peguei o caderno de matemática, abri a porta do quarto e bem séria disse; levante, venha fazer a lição de casa. Ele chorava e dizia: eu não sei matemática e eu meio brava respondi: por que não me pediu ajuda?
Venha cá: era cobrir uma casa com telhas de várias formas e as medidas estavam embaixo, aí fui ensinando, terminamos e ele morto de sono foi dormir.
Se não ficasse atenta a meu único filho não sei o que seria dele. Comecei a comprar livros, ele lia um pouco no seu quarto e eu na área da frente, nunca me esqueço que estava lendo o livro do Jô Soares: O homem que matou Getúlio Várgas, era tão engraçado que ria às gargalhadas, passava gente nem olhava, acho que pensava que estava ficando louca.
Ele fala inglês fluente: tem um grupo de jovens do mundo todo que fala inglês e outro para ajudar as pessoas cegas. O celular dele não para de tocar.
É assim que se cria um bom homem, que de tão bom teve uma decepção amorosa, eu morro e ele não se casa e olha que a mulherada vem buscá-lo em casa de carro. Dá um toque no celular, tá ele saindo.
É assim que se cria um bom homem e posso morrer que nunca ele irá fazer nada ilícito. Somos os exemplos dos nossos filhos.
Eu tenho premonição das coisas que estão para acontecer. Ontem abri a Bíblia e meus olhos bateram numa parte da Bíblia a qual coloquei como postagem de ontem. Vocês acreditam ou foi apenas coincidência.

 

quinta-feira, 21 de junho de 2018

Jesus silencia autoridades




Lucas 20


Num desses dias, Jesus estava no templo, ensinando o povo e anunciando a Boa Notícia. Então os chefes dos sacerdotes, os doutores da lei e os anciãos apareceram, e disseram: "Dize-nos com que autoridade fazes tais coisas. Quem foi que te deu essa autoridade? Jesus respondeu; " Eu também vou fazer uma pergunta para vocês. Digam: o batismo de João vinha do céu ou dos homens? "
Mas eles comentaram entre si: " Se respondemos que vinha do céu, ele vai dizer: Por que vocês não acreditaram em João? Se dizemos que vinha dos homens, todo o povo nos apedrejará, porque está convencido de que João era um profeta." Então eles responderam que não sabiam de onde vinha. E Jesus disse: "Pois eu também não vou dizer a vocês com que autoridade faço essas coisas."


quarta-feira, 20 de junho de 2018

Coração e cérebro



Queria ter a porta do meu coração trancada para que ninguém entrasse nele, pois uma vez entrando, com certeza iria me apaixonar e, depois de algum tempo meu cérebro iria começou a fervilhar de raiva. Ele saía uma vez por semana para conversar na casa dos amigos e ainda dava o número do celular desse amigo (tudo combinado). Percebi logo que estava sendo traída, pois quem tem um cérebro bom, ser traída era o estopim para a separação. Depois de algum tempo que já não era o mesmo. Não me beijava como autrora e nossa vida sexual esfriava dia após dia, não seria possível, pois éramos casados havia pouco tempo. Sempre perguntava o que havia com ele. Nada respondia.
Resolvi segui-lo numa noite escura toda maltrapilha de boné amassado, ninguém iria desconfiar de nada, de repente o carro parou em frente a uma casa linda, o meu coração doeu, pois não me amava.
Pensei comigo: Irei lhe fazer uma linda surpresa. Tanto meu cérebro e coração ardia de raiva, será hoje que lhe farei uma surpresa funestra. Ele não me merece, então que vá dar cabeçadas pela vida.
Toquei a campainha saiu uma mulher que aparentava ter uns quarenta anos. Não acreditei, pois tinha apenas dezoito anos.
Pedi a ela um pedaço de pão, pois estava com fome. Ela gentilmente foi fazer um lanche pra mim, entrei e me escondi. Ele gritava: onde está mulher? Não aguento mais.
Ela apareceu trazendo-me o lanche quando se deparou comigo, tirei o boné e lindos cabelos loiros escorregavam lentamente pelos ombros. Sou mulher daquele homem que está deitado na sua cama. A senhora não sabia? Ele dizia que eram irmãos e que seus pais haviam morrido afogados na praia.
Meu coração condoeu de dó da outra e a razão abriu a porta do quarto, ele cobriu-se rapidamente.
Ainda bem que me casei com você com separação de bens. Maldito; haverá de mendigar nas ruas um pedaço de pão para comer.
Vista-se e desculpa senhora, esse traste vai morar na rua, estava doido para comunar com a senhora para além viver numa boa, deixando de trabalhar na padaria., eu sou rica, mas se quiser ficar com ele mesmo com os riscos que irá correr, mas lhe digo: gostei da senhora.
Agora me dê o lanche, pois essa situação me deu fome.
Obrigada senhora...senhora...Meire ela falou.
Você seu cafageste nunca mais entre na minha casa: amanhã mandarei seus pertences pra sua mãe.


segunda-feira, 18 de junho de 2018

Será??



Os dois ex-presidentes percorreram o país em caravanas que tentavam cativar eleitorSerá?


Comparar Getúlio a Lula é um insulto à memória do presidente suicida
#ValeAPenaLerDeNovo: Um saiu da vida para entrar na história

Publicado em 22 de setembro de 2012
Uma nota oficial encomendada por Lula, redigida por Rui Falcão e subscrita por seis presidentes de partidos governistas comunicou à nação ─ no meio do palavrório que enfileira falsidades, safadezas e vigarices ─ que está em curso uma trama política semelhante à que resultou no suicídio de  Getúlio Vargas. Só um ajuntamento de palermas, oportunistas e casos de polícia conseguiria vislumbrar conspiradores em ação nos três partidos oposicionistas mais dóceis da história.
Só um bando de cretinos fundamentais ousaria confundir Aécio Neves com Carlos Lacerda, Geraldo Alckmin com Afonso Arinos ou tucanos em sossego no poleiro com militares sublevados nos quartéis. E apenas sócios remidos do clube dos cafajestes se atreveriam a comparar Luiz Inácio Lula da Silva a Getúlio Dornelles Vargas. Coerentes com a folha corrida de cada um, os signatários do besteirol fuzilaram sem clemência, e sem vestígios de rubor na face, a memória do gaúcho que governou o Brasil por quase 20 anos.
“Querem fazer comigo o que fizeram com Getúlio Vargas”, recita o palanque ambulante sempre que se mete em enrascadas de grosso calibre. “Assim foi em 1954, quando inventaram um ‘mar de lama’ para derrubar o presidente Vargas”, reincidiram nesta quinta-feira os carrascos da verdade escalados para o espetáculo da vassalagem. Alguém precisa contar-lhes aos gritos que foi o próprio Getúlio quem usou pela primeira vez a expressão “mar de lama”. Alguém precisa ordenar-lhes aos berros que parem de estuprar os fatos para fabricar mentiras eleitoreiras.
Na versão malandra do PT e seus parceiros alugados, a procissão de escândalos que afronta os brasileiros honestos desde a descoberta do mensalão não passa de invencionice dos netos da UDN golpista, que se valem de estandartes moralistas para impedir que outro pai dos pobres se mantenha no poder. Se a oposição não sofresse de afasia medrosa, a confraria dos 171 já teria aprendido que não há qualquer parentesco entre os dois Brasis. E não se animaria a inventar semelhanças entre figuras antagônicas.
Em agosto de 1954, Getúlio Vargas era sistematicamente hostilizado por adversários que negavam até cumprimentos protocolares ao ex-ditador que voltara ao poder pela rota das urnas. Não há uma única foto do presidente ao lado de Carlos Lacerda. Passados quase 60 anos, Lula e Dilma lidam com adversários que fizeram a opção preferencial pela covardia e inventaram a oposição a favor. Muitos merecem cadeiras cativas na Irmandade dos Amigos do Cara, dirigida por velhas abjeções que Lula combateu até descobrir que todos nasceram uns para os outros.
Há 58 anos, surpreendido por delinquências praticadas às suas costas, acuado pela feroz oposição parlamentar, sitiado por ódios decorrentes dos horrores do Estado Novo, desafiado por oficiais rebeldes, traído por comandantes militares, abalado pela deserção dos aliados, Getúlio preferiu a morte à capitulação humilhante. No Ano 10 da Era da Mediocridade, o Grande Pastor do rebanho lulopetista só é ameaçado pelo Código Penal, por um STF disposto a cumprir a lei e pela incapacidade de aceitar imposições do destino.
Neste começo de primavera, o que se vê é um populista que se nega a encarar a aproximação do inverno. Os truques do animador de comício não surpreendem mais ninguém. Tornaram-se enfadonhos. Lula é uma caricatura de si próprio. É uma lenda precocemente no ocaso. Daqui a algum tempo, será um asterisco nos livros de história que não lerá.
Getúlio perdeu a disposição de resistir ao constatar que, sem saber, convivera com criminosos. Na última reunião do ministério, foi defendido por figuras como Oswaldo Aranha e Tancredo Neves. Lula defendeu a permanência de Antonio Palocci e José Dirceu no primeiro escalão infestado de corruptos. E tenta o tempo todo livrar da cadeia bandidos de estimação para mantê-los a seu lado. Depois de tentar inutilmente adiar o julgamento do mensalão, faz o que pode para pressionar ministros que nomeou, desqualificar a Justiça e impedir a consumação do castigo.
Há uma semana, o protetor de pecadores foi empurrado para o meio do pântano pelas revelações de Marcos Valério divulgadas por VEJA. Em vez de rebater as acusações e interpelar judicialmente o acusador, o mais loquaz dos palanqueiros emudeceu. Entre amigos, gasta a voz debilitada em insultos a ministros do Supremo, mensaleiros trapalhões ou advogados ineptos ─ e promete, de meia em meia hora, vinganças tremendas. Em público, pede votos para candidatos amigos e calunia concorrentes.
O suicídio de Vargas, reiterei há um ano, foi um ato de coragem protagonizado pelo político que errou muito e cometeu pecados graves, mas nunca transigiu com roubalheiras, nunca barganhou com assaltantes de cofres públicos nem foi coiteiro de ladrões. Lula fez da corrupção endêmica um estilo de governo e um instrumento de poder. O tiro disparado na manhã de 24 de agosto de 1954 atingiu o coração de um homem honrado. Um saiu da vida para entrar na história. 
Outro ficará na história como quem caiu na vida.
Getúlio matou-se por ter vergonha na cara. Lula morrerá sem saber o que é isso.
Pela Web


domingo, 17 de junho de 2018

Jovem sensual



avozdoimigrante...


Seu andar é atrevido e sensual
Quando passa os homens enlouquecem
Da uma olhadela e ela não da bola
Quem haverá de conquistá-la?

Quando um homem lhe faz um elogio
Ela olha com desdém e sorri
Mas ainda não encontrou alguém
Que a fizesse endoidecer

O tempo passa, ela se enamora
O parceiro parece pessoa comum
Não é belo, não é rico
O que será que ele tem?

Ele tem o mesmo que ela tem
Muitos desejos e paixões
Os dois se explodem de amores
Se completam e fazem mil loucuras