sábado, 2 de agosto de 2014

Suáveis desejos


www.livrosminhaterapia.com150 × 200


Viajo meus lânguidos e tristes olhares
Tento saber o que foi a minha vida...
Sou pedra bruta lapidada nos lares
Em abrigos, sem mãe, sem nada...

Recordo a infância de pés descalços
Correndo atrás do Dique, o meu gato
Doía não gritar mãe, quantos percalços
Lágrimas escorriam no meu doído peito

Tornei a mulher mais bela do recanto
Perfeita na mais bela criação humana
Sinto que estou ávida de toque e acalento
Preciso de um amor e uma choupana

Não tardou encontrei José, belo rapaz
Senti arrepios quando vi seus olhos azuis
Com seu belo sorriso aperolado e voraz
Beijou os meus lábios virgens e juvenis

Queria pouco, mas José é muito dengoso
Não se cansa de me beijar com forte ardor
Descobri, que precisei ter um coração puro
À beber gotas puras de orvalho, o amor


19 comentários:

  1. Dorli

    Que belo poema!... Achei divinal ou seja melhor que bonito.
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Que lindo,Dorli!! E coração puro é o melhor dos caminhos...(Ainda mais escrito certo,rs) Desculpa! Errinhos na hora de digira acontecem e lá no blog do CÉU tenho que ter o maior cuidado,rs Imagina! bjs chica

    ResponderExcluir
  3. Lindo mesm, concordo com a Chica. Seu poema de amor toca alma! Lindo fds com beijos!

    ResponderExcluir
  4. Lindo poema,feito com o sentimento d'alma.
    Parabéns amiga Dorli.
    bjs.
    Carmen Lúcia..

    ResponderExcluir
  5. Olá, Dorli.

    Tempo de reencontro de Alma e Coração.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  6. Oi, Dorli, como vai? Ah, que bom que o encontro de um rapaz amoroso aquietou o coração! Lindo escrito, gosto de "finais felizes". O amor é como um bálsamo Um abraço!

    Obs: acredito que não há mais malware no meu blog, obrigada por avisar.

    ResponderExcluir
  7. Boa noite Dorli

    Maravilhosa poesia, como sempre. Amei

    Bom fim de semana.
    Beijo

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  8. Muito boa tarde Dorli.. tudo bem querida amiga.. linda poesia.. gostei da rima choupana se não li errado.. nunca tinha ouvido esta palavra..
    todos temos desejos a flor da pele e temos de nutri-los né rsrs
    bjs e até sempre minha querida

    ResponderExcluir
  9. Dorli,poesia tão linda e me comoveu pelas lembranças d tua infancia! bjs e bom fim de semana,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anne, enganei a Chica numa poesia e agora foi você quem caiu, imagine eu, hoje com 66 anos e quando tinha 5 anos morava numa bonita casa grande com hall social e um banheiro completo e uma banheira com sabonete perfumado Eu fui adotada aos 5 anos e não me lembro da minha vida passada.( Nem quero saber).
      A minha infância foi linda e era namoradeira.kkkk
      Lua Singular

      Excluir
    2. KKK...Ai Dorli, vc é mesmo uma eterna menina voadora! Me enganou mesmo! Morri de rir agora! bjs,

      Excluir
  10. Vidas que carregamos e que fizeram o nosso passado mas agora se tornam vivas num presente delicado.

    ResponderExcluir
  11. Tristinho poema, porém, muito lindo, Dorli.
    Um beijo, muita paz e bom domingo!

    ResponderExcluir
  12. DELICADO Y PROFUNDO TEXTO.
    UN ABRAZO

    ResponderExcluir
  13. Eram suaves os desejos, mas se tornaram ardentes os beijos. Que progresso. Gostei.
    Um abraço e bom Domingo

    ResponderExcluir
  14. Gostei da "diferença" :)
    Boa forma de escrever poesia...
    Beijinho amigo

    ResponderExcluir
  15. Oi, Dorli! Só passei para avisar que seus comentários foram registrados, é que só poderei responder amanhã, por isso não liberei. Um abraço!

    ResponderExcluir
  16. Boa tarde, Dorli
    Então já está melhor dos pés? Espero que bem recuperada, pelo menos na escrita, continua sempre em boa forma.
    Bjo amigo

    ResponderExcluir
  17. Olá, querida Dorli
    Um lindo poema onde até o nome José foi feliz na escolha...
    Simboliza a pureza...
    Bjm fraterno de paz e bem

    ResponderExcluir