sábado, 15 de fevereiro de 2014

Teu fascínio me encanta( reedição )



Ah! Como teu fascínio me encanta...
Teus olhos a fitarem os meus
numa sintonia de amor.
Teu sorriso explode minha alma,
coração sabe esperar...

Teus cabelos envolto
em minhas trêmulas mãos com carinho,
são como pétalas de rosas.
Eu vivo a te admirar, a brincar na praia,
a subir nas árvores, a me encantar.

Teu corpinho ainda feio irá transformar
em uma linda mulher
No instante em que teus olhos brilharem
de amor irei te beijar

Nessa magia, todo o teu encanto
será meu, e eu serei teu apaixonado.
Viveremos grandes loucuras,
de paixões ardentes por muito tempo.

Depois virá o amor sereno,
como nossas brincadeiras 
de crianças inocentes


19 Comentários:

Às 15 de fevereiro de 2014 02:41 , Blogger ✿ chica disse...

Lindo fascínio e poema cheio de amor! bjs, ótimo fds!chica

 
Às 15 de fevereiro de 2014 03:12 , Blogger José María Souza Costa disse...

Olá.
Bom dia para você. Bom dia para mim.
Mais um fim de semana. Descanso demais para uns. E a continuidade da vaidade para outros. E o restauro do humor para todos nós, a final, o não humor deve causar lesões ao fígado. Portanto, na vida o mais importante é viver, queridos.
Bom fim de semana, para você minha amiga e meu amigo.
Um abraço.

 
Às 15 de fevereiro de 2014 04:20 , Blogger nelma ladeira disse...

Lindo poema de infância,acho que cada um já teve um amor assim.Amei Dorli.
Um lindo fim de semana,beijinhos.

 
Às 15 de fevereiro de 2014 06:02 , Blogger Nádia Santos disse...

Quando estamos apaixonados tudo no outro nos fascina. Lindo Dorli, bjus

 
Às 15 de fevereiro de 2014 06:41 , Blogger Cidália Ferreira disse...

Boa tarde Dorli

Sempre bem inspirada...Deu vontade de ser Criança.
Adorei

Bom Sábado

Beijo

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

 
Às 15 de fevereiro de 2014 06:52 , Blogger Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Lindo poema de amor,nessa doce inocência da infância
Eu pensei que era meu grande amor o meu primeiro namorado e não foi,mas vivi doces momentos ao lado dele.
Lindo amiga Dorli
bjs e um ótimo domingo.
Carmen Lúcia-mamymilu

 
Às 15 de fevereiro de 2014 08:47 , Blogger Sonia disse...

É assim o amor, vai aos poucos se transformando e dando aquelas paz que todos precisamos.
Bom final de semana!
Abraço!
Sonia

 
Às 15 de fevereiro de 2014 09:05 , Blogger Simone Felic disse...

Quando criança tudo é tão sincero!
beijinhos
http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/

 
Às 15 de fevereiro de 2014 10:32 , Blogger Joaninha Musical disse...

Muito lindo e encantador este teu poema,super adorei. Venho desejar-te bom fim-de-semana,tudo de bom para ti!! Muitos beijinhos,fica com deus e até breve!! http://musiquinhasdajoaninha.blogspot.pt

 
Às 15 de fevereiro de 2014 11:40 , Blogger Anete disse...

Um fascínio encantador, Dorli!
Amar como criança... Belo amor!!
Um abraço neste gostoso sábado...

 
Às 15 de fevereiro de 2014 12:12 , Blogger Duendes disse...

Ola minha flor ,
ate que enfim encontrei um tempinho pra vir aqui fazer visita e ler seus poemas....lindo por sinal.beijocas mil.

 
Às 15 de fevereiro de 2014 13:03 , Blogger Arione Torres disse...

Oi querida Dorli, que lindo!
Que fascínio lindo, cheio de amor!
Beijos e tenha um ótimo final de semana, beijos!!

 
Às 15 de fevereiro de 2014 14:23 , Blogger Roseli Rosa disse...

Oi Dorli
Um lindo poema que me fez lembrar do primeiro amor.
Bom Domingo e Beijos.

 
Às 15 de fevereiro de 2014 17:06 , Blogger Luconi Marcia Maria disse...

Dorli que casa encantada é esta? Repleta de amor e muito talento, li alguns poemas e adorei, muita inspiração, muito talento, parabéns beijos Luconi

 
Às 15 de fevereiro de 2014 17:31 , Blogger Boris Estebitan disse...

Lindo poema que refleja inocencia, saludos.

 
Às 15 de fevereiro de 2014 17:52 , Blogger ReltiH disse...

SE NOTA QUE ERES UNA MUJER MUY DULCE.
BESOS

 
Às 16 de fevereiro de 2014 05:28 , Blogger Daniel Andre disse...

Um poema doce, um amor lindo e inocente, que dá forças e seguranças para quem sempre precisa.

Mil beijos,
Dan.

 
Às 16 de fevereiro de 2014 07:41 , Blogger Daniel Andre disse...

Ah e uma linda tarde viu?
A ideia que tive amiga é o seguinte: de um tio que sempre criou a sobrinha com muito amor e carinho, e depois de uns anos, o pai aparece. Aparece querendo mostrar a paternidade, e "tirar" do tio, do seu apego pela "filha-sobrinha". Na verdade, é mais ou menos sobre mim. Aí, você desenvolve a historia como bem quiser.

Fique triste esses dias. Vi um post seu, bem chateada por estar difamando você. Isso é gente do mal, raça ruim. Vamos entregar nas mãos de Deus, e da justiça também. Tempos atrás, recebi uns comentários ofensivos. Dizendo que as coisas que escrevo são de lunáticos, e sem valor literário. Na hora, dói, machuca. Pensei em revidar, criando um post também. Mais deixei de lado, por enquanto. Acredite: ainda sou bem inexperiente em blogues. Ah, te adoro muito viu? Além de muita admiração e orgulho. Mil bjs.
:

 
Às 17 de fevereiro de 2014 03:44 , Blogger Beatriz Bragança disse...

Querida Dorli
Tanto amor!
Tudo num belo poema!
Parabens .
Beijinho
Beatriz

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial