sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

Não consigo viver sem ti






Não consigo viver sem ti
Sem teus beijos viajando pelo meu corpo
Sem tuas mãos bobas me aquecendo
Não consigo viver sem ti
Prefiro morrer a perder-te por outra
Só de pensar meu rosto queima
De ódio do que é  inexistente
Quero fazer de ti meu cobertor
Em dias frios dormimos agarradinhos
Embaixo do cobertor nossos gemidos
De tantas loucuras e prazeres
O cobertor jogado no chão
Nossos corpos  incandescentes
Na banheira vão refrescar
É assim a noite inteira 
Ainda bem que amanhã é sábado
Já pensando no domingo
Paixão é assim
Ninguém domina

5 comentários:

  1. pAixão ninguém domina! é fato, abração

    ResponderExcluir
  2. Uma bonita declaração; uma "receita" para se ser feliz.

    Beijo
    SOL

    ResponderExcluir
  3. Isso é que é inspiração amiga! Muito bonito.
    Um abraço e bom domingo

    ResponderExcluir