quinta-feira, 9 de julho de 2015

SOBRE DUAS RODAS



Equilibrar-se sobre duas rodas da bicicleta não é nada fácil. Mas, para muitas pessoas, a sensação de conseguir dar as primeiras pedaladas sozinho é uma das melhores coisas que existem. Se você ainda não sabe andar de bicicleta, que tal aprender agora?




HISTÓRIA DA BICICLETA

O primeiro veículo sobre duas rodas foi criado na França em 1789. Mas era muito diferente das atuais bicicletas.
A primeira forma realmente parecida a que conhecemos hoje foi inventada pelo barão alemão Karl Drais, em 1818.
Nessa época, era muito cara e só pessoas com muito dinheiro podiam comprá-la. Após alguns aperfeiçoamentos, como a que pedalamos hoje apareceu na década de 1870 e, de lá para cá, tem sido muito utilizada no lazer, no esporte e como meio de transporte.


MUITO ÚTEIS

A maioria das cidades do Brasil ainda não possui pistas especiais para bicicletas, as chamadas ciclovias, que fazem deste transporte  um meio seguro para quem  quer ir a
escola ou para o trabalho pedalando. Já em outros países, como a China e a Holanda, as bicicletas, as bicicletas são o meio de locomoção preferido de milhares de pessoas.

Ciclovias do Brasil

Leiam o link acima


Leiam esse link


CHINA
Na China as bicicletas dividem o
trânsito com os carros


O alemão Gottlieb Daimler não contribuiu apenas para a evolução dos automóveis. Ele foi responsável também pela criação da primeira motocicleta a gasolina, em 1885.




A partir de 1910, a popularidade desse veículo cresceu bastante. Muito econômicas e práticas, as motocicletas gastam pouco combustível e podem andar por entre os carros, no meio de um congestionamento.


Hoje: Práticas e econômicas


FAMOSAS

Desde o começo do século XX, as motos dividem espaço nas ruas com os automóveis. Algumas delas tornaram-se tão desejadas quanto os carros mais velozes. É o caso das famosas Harley-Davidson.
Elas podem ser vistas em muitos filmes produzidos nos Estados Unidos, cruzando as estradas Norte-americanas. 




Fonte: Coleção Recreio

12 Comentários:

Às 9 de julho de 2015 04:52 , Blogger ✿ chica disse...

Interessante saber dessa história da bicicleta! E como é bom andar nela! vários tombos, joelhos esfolados ,mas vale muito depois que se aprende! bjs, chica

 
Às 9 de julho de 2015 06:08 , Blogger Cadinho RoCo disse...

Gosto muito de bicicleta e faço uso diário dela como meio de locomoção.
Cadinho RoCo

 
Às 9 de julho de 2015 06:18 , Blogger Francisco Manuel Carrajola Oliveira disse...

A bicicleta o meio de transporte preferido para umas férias sem stress.

Um abraço e continuação de uma boa semana.

 
Às 9 de julho de 2015 06:42 , Blogger Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Oi Dorli,eu adorava andar de bicicleta,fazia muita peraltice com ela.rsrs.
Bjs e um ótimo feriado.

Carmen Lúcia.

 
Às 9 de julho de 2015 11:02 , Blogger Anete disse...

Gosto muito de pedalar na minha bike... De vez em quando dou umas voltinhas... Também na minha ergométrica...

Ótimo post! Beijos

 
Às 9 de julho de 2015 12:53 , Blogger Cidália Ferreira disse...

Acho que a bicicleta nunca sai de moda!
Adorei o post.

Beijos e uma feliz noite

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

 
Às 9 de julho de 2015 16:15 , Blogger Fábio Murilo disse...

Costumo, por brincadeira obviamente, dizer que o inventor da bicicleta era um louco. A gente só aprende a andar de bicicleta porque vê outros que conseguiram antes. A principio parece impossível que se possa se equilibra em cima de duas rodas, vai contra a lei da física, acho. Fico pensando no cara que a inventou, como ele sabia depois de muitos tombos que conseguiria.

 
Às 9 de julho de 2015 16:59 , Blogger Lilly Silva disse...

Que belo post lua!!! E por aqui o teu blog, está cada vez mais bonito!!!
Estás sempre de parabéns!!!
Boa noite!!!

Beijos e beijos

http://simplesmentelilly.blogspot.com.br/

 
Às 9 de julho de 2015 19:24 , Blogger ReltiH disse...

EXCELENTE TU NUEVA FACETA CON ESTOS ARTICULOS.
ABRAZOS

 
Às 9 de julho de 2015 19:42 , Blogger Diná Fernandes O.Souza disse...

Gostei de saber da história da bicicleta Dorli, taí uma coisa que achei difícil, pedalar, não aprendi, tomei tantos tombos que desisti de continuar tentando.Noite de paz, madrugada de sonhos dourados.

Bjs!

 
Às 9 de julho de 2015 20:06 , Blogger Amara Mourige disse...

Adoro bicicleta! Gostei de saber sobre a história!
Muito boa a sua postagem!!
Beijos
Amara

 
Às 10 de julho de 2015 08:14 , Blogger Giancarlo disse...

Un sereno fine settimana per te...ciao.

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial