domingo, 28 de setembro de 2014

Conversa com a consciência




Lá fora chove...
Chuva miúda incessante
Aqui nesse barraco, só
Penso a vida

O que foi feito de mim?
Da minha infância brejeira
Dos amores meus?
Tudo virou doída solidão

Onde foi parar minha beleza?
O tempo a consumiu
E os que me juraram amor?
Cansaram da prepotência

A falta de humildade ganhou
Suas palavras, oras soltas
Você as vomitou sem dó
Hoje, sofre isolamento


20 comentários:

  1. Diálogo introspectivo bem conseguido.
    A consciência é a nossa Alma presente.


    Beijos


    SOL

    ResponderExcluir
  2. Fantástico poema, parabéns....

    Beijos, bom Domingo

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  3. Essa falta de humildade deixou,palavras soltas na consciência colocando-as agora para fora,para apagar esse sofrimento de outrora.
    Bjs amiga Dorli.
    Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  4. Oi querida amiga passando para te desejar um lindo domingo, tenha uma ótima semana bjss

    ResponderExcluir
  5. A vida não perdoa.
    Bjinhos doces amiga.

    ResponderExcluir
  6. Ver chover influencia a reflexão..Obriga a pensar nos momentos passados, nos presentes, fazendo prever o futuro
    Adorei o poema

    Desejo um Domingo feliz

    Querendo visite(m)-me

    ResponderExcluir
  7. A gente está sempre com o nosso olhar voltado para o passado lamentando o que se deixou de fazer e ao presente tentando construir o futuro, mas sempre com um ver introspectivo.
    Beleza, minha amiga. como sempre você arrasa nas letras.
    Abração.

    ResponderExcluir
  8. Bom dia
    Passei por aqui ontem mas sem tempo para escrever.
    Hoje acordo deste lado e revejo versos onde todos embarcámos. O tempo deu-nos beleza,ternura e muita graciosidade.
    Depois o tempo se amadurou e nós fomos ganhando outras cores e outras marcas que nos fizeram diferentes.
    Hoje somos sem ilusões mas construímos o viver de cada dia sem grandes tropeções ou desilusões.

    ResponderExcluir
  9. A gente colhe o que a gente planta, e no mundo de hj não tem nada que fique encoberto.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  10. Sabemos que a vida passa por cima dos nossas bons momentos, o certo é viver o agora e deixar que venha a virada do dia seguinte, para vivermos novamente o momento.
    Ps. Com muito afazeres médicos, por isso a demora!
    Abraço

    ResponderExcluir
  11. Querida Dorli
    Um poema que serve de lição!
    Já vi a sua posterior publicação sobre eleições,mas não achei como comentar!
    Parabéns,amiga,continua a escolher muito bem os seus assuntos e a fazer-nos reflectir.
    Um beijinho
    Beatriz

    ResponderExcluir
  12. Oi, Dorli! Não sei se foi intencional, mas acho que desativou os comentários do seu ultimo post. Por isso vim aqui de novo:
    na verdade, eu tenho um outro blog, que tem mais materiais, e é um puco mais movimentado. Está convidada a conhecê-lo. Tem alguns links nos textos do que você está seguindo, ou pode encontrá-lo através do meu perfil. Abraço.

    ResponderExcluir
  13. Quanta nostalgia, amiga Dorli!
    O tempo passa, e com ele arrasta muito da nossa juventude; mas sempre fica algo, que perdura no nosso coração.
    Animemo-nos!

    Uma boa semana. Um abraço
    Miguel

    ResponderExcluir
  14. Olá Dorli!
    Que bonitinho. Todos deveríamos conversar com a consciência de tempos a tempos... seria muito proveitoso.
    Passei para te desejar uma feliz semana.
    Tenho estado viajando e agora voltei e tem coisas novas nos blogs e no face... dá uma passadinha é sempre bom receber visitas.
    Bom te ler.
    bjs

    ResponderExcluir
  15. Olá Dorli,

    Com relação à sua postagem atual, a essa altura, só rogo a Deus que ilumine os eleitores e que vença o candidato que seja capaz de honrar seu mister com dignidade, tendo em vista os interesses do povo.

    Sua poesia reflete a dor solitária de quem está colhendo os frutos de sua semeadura.

    Feliz semana.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  16. Colhendo o que plantou, éee não é fácil rs - Bela inspiração

    ResponderExcluir
  17. Olá Dorli...
    Uma conversa importante com a consciência!
    Um abraço e BOM DIA!

    ResponderExcluir
  18. Gostei do poema. Eu não costumo conversar muito com a minha consciência. Também ela não é criativa como a sua.
    Quanto às eleições oxalá eles tragam alguma coisa de bom para o povo brasileiro.
    Um abraço

    ResponderExcluir