segunda-feira, 9 de junho de 2014

Viagem sem rumo

Henriette Sauvant


Meu nome é Lourival, um rapaz quieto, vinte anos, saudável e um amante dos livros. Fazia Faculdade de Biblioteconomia, à noite, numa cidade afastada da minha. Trabalhava de faxineiro na Biblioteca Municipal da minha cidade e, nas horas vagas "comia os livros", adoro ler romances e quando pegava um, lia-o meio que fracionado, nas horas vagas.
Cheguei em casa muito tarde da Faculdade, "morto de sono", tomei um copo d'água e fui dormir. Dormi e sonhei que era um grande romancista e resolvi buscar minhas inspirações dando uma volta ao mundo.
Sabendo da minha situação financeira confeccionei um grande livro, coloquei duas enormes  velas, adentrei e, nisso um vento favorável balançou meu novo meio de transporte e ele foi levitando ao infinito à desbravar. Ia anotando tudo que via e quando a chuva caía  planava embaixo de uma nuvem seca, assim a viagem dos meus sonhos estava sendo realizada.
Pude conversar com as nuvens e a lua, ver o sol e as estrelas coloridas de longe, os outros satélites e sentir uma brisa que passava por mim, acordando-me do esplendor para que eu não perdesse o foco, que era anotar tudo que visse; nisso passou um cometa, deixando um rastro de partículas de gelo que algumas bateram no meu rosto e pude sentir uma gélida temperatura em meu corpo e em minha mente ia anotando tudo o que me acontecia no céu.
Depois de tanto viajar flutuando, deu-me uma saudade doída da minha cama quentinha. Acordei.
Fui trabalhar tão cansado de tanto sonhar que na hora do almoço só queria dormir. Pedi à bibliotecária acordar-me na hora que findasse meu horário. Ela era muito gentil e assim o fez.
Comecei, então, a pensar o que fazer com tantas belezas que tinha visto, seria egoísmo guardar só para mim e comecei a rabiscar um livro e a cidade inteira me  ajudou. Nome do livro: Viagem sem rumo.
Foi um sucesso, vendido em vários países do mundo...
Terminei a Faculdade e enveredei a escrever livros e hoje sou um grande escritor, graças a minha força de vontade, muitas leituras e aos meus amigos.
"Muito obrigado a todos que fizeram do meu sonho uma realidade a ser reconhecida mundialmente; jamais irei esquecer de vocês".
Essa frase foi escrita embaixo de um pequeno agradecimento no jornal da minha querida cidade.
                                                
"Lourival da Silva"

Vão ser 2 por semana

28 Comentários:

Às 9 de junho de 2014 05:56 , Blogger Cidália Ferreira disse...

Boa tarde Dorli,

Parabéns pelo excelente conto me nos oferece ler. Adorei :-)


Tenha uma excelente semana.

Beijos

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

 
Às 9 de junho de 2014 05:56 , Blogger Samuel Balbinot disse...

Bom dia querida amiga.. é maravilhoso quando as coisas podem ser assim.. e é dado o devido valor..quisera eu que minha cidade fosse assim comigo tb.. anos atrás eu e outras pessoas ficamos as moscas na sessão de autógrafos dos meus e dos livros delas.. ainda terei meu lugar em qualquer lugar pq aqui.. a coisa não anda.. mas é só a pessoa ficar famosa dai eles ficam de 4 na nossa frente.. é sempre a mesma coisa.. bjs de bom dia

 
Às 9 de junho de 2014 06:02 , Blogger ✿ chica disse...

Que texto lindo! Li teu comentário! Melhoras! Fica bem e vai viajar!!Faz bem! bjs,chica

 
Às 9 de junho de 2014 06:34 , Blogger Bell disse...

Toda grande conquista, primeiramente é sonhada.

bjokas =)

 
Às 9 de junho de 2014 06:50 , Blogger Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Um lindo conto que fico imaginando não ser fictício e sim que tenha acontecido.
Não é fácil escrever um livro baseando-se através de um sonho,mas esse foi tão real que deixou Lourival muito famoso,e ser um grande escritor.Parabéns à cidade que o acolheu e acreditaram nesse sonho.que tornou-se real através dos livros escritos.
Adorei amiga Dorli.
Bjs
Carmen Lúcia.

 
Às 9 de junho de 2014 07:04 , Blogger Nal Pontes disse...

Linda história de vida com sucesso. Parabéns por compartilhar. Um dia lindo pra ti. amiga. bjsss

 
Às 9 de junho de 2014 07:22 , Blogger Elvira Carvalho disse...

Um belo conto Dorli. Adorei.
Um abraço e uma boa semana

 
Às 9 de junho de 2014 09:11 , Blogger Mariangela disse...

Que lindo conto querida amiga,aliás, como sempre nos oferece!!
Te desejo tudo de bom, melhoras amiga!
Beijos!!

 
Às 9 de junho de 2014 09:27 , Blogger Existe Sempre Um Lugar disse...

Boa tarde,
Mais que um lindo conto é sua enorme criatividade que mais me encanta.
Dia feliz
ag

http://momentosagomes-ag.blogspot.pt/

 
Às 9 de junho de 2014 10:53 , Blogger allmylife disse...

Inspirador...
Boa semana =*

 
Às 9 de junho de 2014 11:41 , Blogger Simone Felic disse...

Todo esforço tem sua recompensa , ler é viajar
nos pensamentos sem sair do lugar.
bjs
http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/

 
Às 9 de junho de 2014 12:15 , Blogger Luma Rosa disse...

Oi, Dorli!
Um conto tão bem escrito que pensei que fosse real!
A.do.rei!!
Beijus,

 
Às 9 de junho de 2014 13:10 , Blogger Fátima Oliveira disse...

Oi Dorli!
Que linda historia, um sonho, esforço e ajuda, fizeram tudo acontecer, adorei!
Beijos!

 
Às 9 de junho de 2014 13:25 , Blogger Nanda - Arca de Rabiscos disse...

Dizem que coisas grandes começam assim, primeiro sonhadas e depois realizadas. Acho que é a ordem certa pra se conseguir o que quer, não? Os sonhos são a base para corrermos em busca de uma vida mais feliz e completa.
Tenha um ótimo dia, beijos!
Arca de Rabiscos
Faça parte da Arca

 
Às 9 de junho de 2014 14:46 , Blogger Pérola disse...

Que palavras que prendem...

Obrigado pela partilha.

beijinhos

 
Às 9 de junho de 2014 17:05 , Blogger ONG ALERTA disse...

Do sonho para vida real...lindo.Beijo Lisette.

 
Às 9 de junho de 2014 18:53 , Blogger Kellen Bittencourt ( Trilhamarupiara) disse...

Olá querida Dorli, lindo texto, estava com saudades, convido vc p ler o texto que publiquei no Recanto das mamães Blogueiras com o titulo "Felicidade aos Tropeços"abraços

 
Às 10 de junho de 2014 01:35 , Blogger M D Roque disse...

Olha, sem palavras, só relendo!
Bom, bom,bom.
Abraço. D

http://acontarvindodoceu.blogspot.pt

 
Às 10 de junho de 2014 05:22 , Blogger Nádia Santos disse...

Dorli querida que imaginação a tua.... Linda história.
Um bj grande.

 
Às 10 de junho de 2014 10:55 , Blogger Rita Sperchi disse...

Pra vc ver minha amiga , mesmo quem sonha e consegue realizar faz ai todo esse sucesso como vc....
Eu adorei incrível


Abraços e uma feliz semana!!!

└──●► *Rita!!

 
Às 10 de junho de 2014 12:34 , Blogger Dorli disse...

Oi Kellen, você poderia dizer meu nome, pois não é qualquer mulher que tem uma vida igual a minha.
Beijos
Lua Singular

 
Às 10 de junho de 2014 15:09 , Blogger Lúcia Bezerra de Paiva disse...

De viagens sonhadas nascem grandes escritores, assim, como "Lourival da Silva"...

Você é mesmo singular, Dorli...com seus maravilhosos escritos! Obrigada, por existir, preenchendo tão gostosos momentos nossos.
Beijo!

 
Às 10 de junho de 2014 16:04 , Blogger Daniel C.da Silva (Lobinho) disse...

Comovente, e magnificamente escrito...
Gostei muito...

(Dorli, o livro não está esquecido, mas tive de o encomendar da editora que ainda não me enviou, e depois são mais alguns dias aí para O Brasil... apesar de tudo, as minhas desculpas)...

 
Às 10 de junho de 2014 16:23 , Blogger ღ Magda ღ disse...

Como é bom quando um sonho bom torna-se realidade!
É sempre muito bom ler seus textos, querida Dorli!
Beijos.

 
Às 11 de junho de 2014 00:56 , Blogger Carmem Grinheiro disse...

Querida Dorli, bom quando o sonho se concretiza, quando o sonhar vira realidade. Nem sempre assim corre, nem sempre o trabalho é reconhecido, nem sempre o empenho vale a pena, nem sempre uma série de coisas... ai, que amarga estou hoje! Mas é a realidade que vejo, é o que sinto.
Mas adoro vir aqui, ler-te, sonhar um pouco também.
Um bjo amigo
Carmem

 
Às 11 de junho de 2014 04:14 , Blogger Cristovam Ramos disse...

História sensacional, parabéns!

 
Às 12 de junho de 2014 13:25 , Blogger Arione Torres disse...

Oi querida amiga Dorli passando para te deixar um abraço, estou com saudades de vc beijo, Ah! parabéns lindo texto.

 
Às 7 de julho de 2014 06:01 , Blogger Beatriz Bragança disse...

Querida Dorli
Que belo conto!
Quem luta,sempre acaba por vencer. E,neste caso, por ter o devido reconhecimento.
As minhas felicitações pelo seu texto.
Um beijinho
Beatriz

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial