domingo, 7 de junho de 2015

Força: o caminho é longo




Se queres um caminho contínuo para chegar a plenitude da vida, siga com a leveza do vento, pois não adianta ir com a tempestade, pois as estrelas irão se apagar e os pés encharcarão nas poças de areia que irão atrasar a sua chegada.
Não tenha pressa, nesse itinerário não tem relógio, nenhuma nuvem, nem rios, mares e o calor inexiste, assim como não cai a chuva, só querem chegar até o final desse caminho.
Quando sentir nos rostos uma brisa gelada, acelere um pouquinho que não ficará mais só, alguém seguirá com você, sabe quem é? Seu marido que não suportando ficar sem você; morreu de saudade e a pessoa mais rápida a ultrapassou, parou e a viu, os dois de mãos dadas entrelaçadas sem senti-las, esboçaram um sorriso mesmo sabendo que o caminho é longo.
Não tinham cansaço e abraçadinhos caminhavam: a noite era clara, olhavam para ver se haviam estrelas: nenhuma.
Nós aqui na Terra nunca saberemos quanto tempo eles demoraram até encontrarem a plenitude, lá cada um receberá um corpo iluminado e viverão para sempre e poderão vagar entre as estrelas sem se queimar, dormir nas nuvens e tomarem banho numa chuva brilhante e logo em seguida poder ver a lua sorrir para eles: é a felicidade infinita prometida.


14 Comentários:

Às 8 de junho de 2015 01:26 , Blogger Cidália Ferreira disse...

Bom dia Dorli
Maravilhoso texto como sempre.. Gosto de ler estes contos.

Beijo e boa semana.

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

 
Às 8 de junho de 2015 03:23 , Blogger ✿ chica disse...

Que lindo,Dorli!! O caminho é longo, mas vale! bjs, chica

 
Às 8 de junho de 2015 04:24 , Blogger Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Palavras de muita reflexão Dorli.
Olhar bem os caminhos que percorremos aqui,para quando chegar a hora da viagem termos a recompensa e muitos créditos das boas ações que fizemos.
A tempestade se acalma,quando chega a leveza da brisa.
Bjs e uma ótima semana.
Carmen Lúcia.

 
Às 8 de junho de 2015 07:44 , Blogger Bell disse...

oieeee

Passando pra lhe desejar um lindo dia.

bjokas =)

 
Às 8 de junho de 2015 08:26 , Blogger Samuel Balbinot disse...

Boa tarde querida Dorli..
caminhos longos, atalhos, em muitos tropeçamos em pedras mas ao seu final encontramos o que buscamos..
bjs e feliz sempre

 
Às 8 de junho de 2015 09:57 , Blogger Simone Felic disse...

Oi dorli
Se pressa a vitória é certa, e se não for não me estressei pelo caminho.
beijinhos e uma boa semana pra ti.



http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/

 
Às 8 de junho de 2015 10:06 , Blogger Mi F. Colmán disse...

Oi Lua! Há um tempo que te vejo comentando em alguns blogs, agora te vi no da Chica e resolvi fazer uma visita. Mas uma visita para ficar. :)))))
O caminho é realmente longo e, muitas vezes árduo, cheio de tempestades, mas também de calmarias. Não adianta querer apressar o passo, as coisas acontecem quando tem que acontecer.
Adorei o estilo do teu blog e também o teu avatar gótico.
Beijos.

Rivotril com Coca-Cola

 
Às 8 de junho de 2015 10:31 , Blogger ReltiH disse...

MUY LINDA REFLEXIÓN.
ABRAZOS

 
Às 8 de junho de 2015 10:51 , Blogger Ivone disse...

Amiga Dorli, belo texto/reflexão, o caminho é longo, que bom, acho até que o caminho é infinito!
Amei ler por aqui, deixo abraços apertados!

 
Às 8 de junho de 2015 11:05 , Blogger O meu pensamento viaja disse...

O caminho faz-se caminhando, vive-se vivendo.
Belíssimo texto.
Beijo da Nina

 
Às 8 de junho de 2015 11:57 , Blogger Amara Mourige disse...

Um belo texto reflexivo! Encontramos algumas pedras pelo caminho mas algumas são preciosas! Lindo!
Beijos
Amara

 
Às 8 de junho de 2015 12:12 , Blogger Simone Felic disse...

Oi Dorli
Vv perguntou estou aqui para responder , pode sim e estou esperando .

bjs

http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/

 
Às 8 de junho de 2015 12:55 , Blogger Mariangela do Lago Vieira disse...

Que lindo texto amiga. O caminho é longo mesmo...Mas cantando apesar das pedras, passa depressa, mesmo que demore a chegar!
Lindo.
Um beijão e boa semana!
Mariangela

 
Às 9 de junho de 2015 02:10 , Blogger tesco disse...

O caminho é longo, e como não ser?
A meta está muito distante, a meta é a perfeição!
Muito devagar deve ser nosso palmilhar e o que tem
de melhor nisso é que nunca estaremos sozinhos!
Companheiros de caminhada surgirão, e muitos.
O mais importante, porém, é não fugirmos das trilhas
determinadas em cada etapa, e semeramos amor por
onde passarmos.
Beijos.

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial