segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

Filhos, melhor não tê-los, mas se não tê-los como sabê-los(reedição)


 Filhos quando pequeninos são dependentes de tudo e, vê-se a mãe ou o pai sempre cuidando dos banhinhos, dando papinha, levando ao médico, fazendo festinha de aniversários, muitos presentes e um incondicional amor. É a fase mais gostosa para os pais, pois eles os protegem,eles são uns mimos e nos agraciam com muitos beijinhos.
 Chegou à hora de ir à escola, o primeiro dia chora, depois vai se acostumando e, geralmente são as mamães que os vão buscar, muitos carinhos. Por volta dos oito anos, eles querem ir à escola sozinhos, tem vergonha dos pais. Depois é que vem o pior: a adolescência, a escola é apenas um lugar para arrumar "amigos" e, muitas vezes os filhos são malcriados com os pais. Depois vão pra Faculdade, acabou a proteção, vão pelas cabeças dos "belos" amigos e, muitos acabam se perdendo na droga e, estudo que é bom nada. Os pais choram.
 Quando eles percebem o tempo que perdeu já é tarde, seus pais adoecem e morrem e, eles arrependidos vão ficar à deriva. Ou seja, eles mataram seus próprios pais!
 Meus caros leitores, não vão dizer que estou errada, pois vejo muitos casos assim e me apiedo dos pais que sofrem envergonhados as loucuras dos filhos.
 Como no tópico deste: Mas se não tê-los, como sabê-los?


22 Comentários:

Às 27 de janeiro de 2014 03:40 , Blogger Anete disse...

Dorli, uma reflexão e tanto! Realmente, filhos criados trabalhos multiplicados... Gosto de lembrar, que eles crescem e fazem as suas escolhas... O bom é saber /sentir que oferecemos o nosso melhor, né?!
Beijos e UMA SEMANA ABENÇOADA...

 
Às 27 de janeiro de 2014 04:41 , Blogger ॐ Shirley ॐ disse...

Oi, Dorli, você retratou muito bem a realidade, mas, ainda bem que não precisamos generalizar, pois, para cada regra, sempre há uma exceção.
Amiga, beijo e muita paz!

 
Às 27 de janeiro de 2014 05:22 , Blogger Simara Rosado disse...

Olá, passeando pela Blogosfera achei seu blog!
Adorei ele e já virei seguidora...
Te convido para conhecer o meu também: http://www.starfashionmakeup.com.br/
Te espero lá :)
Beijinhos!!!!

 
Às 27 de janeiro de 2014 05:26 , Blogger Bell disse...

oi Dorli

Difícil hein?

Como educar num mundo sem educação?
Como ensinar o certo, em um mundo que a maioria faz o errado?
Sabemos bem se a gente não ensina, a rua ensina e ensina muito bem.

Só Deus na causa, para guardar as vidas dos nossos filhos.


"Educa a criança no caminho em que deve andar; e até quando envelhecer não se desviará dele´´.(prov 22.6)

bjokas =)

 
Às 27 de janeiro de 2014 05:51 , Blogger Jane disse...

Oi Dorli, sim eles dão trabalho mas não podemos generalizar.
Damos o melhor de Nós, amor , carinho, educação etc.
Sonhamos que qdo cresceram sejam pessoas honestas, bom caráter, atenciosos, amorosos mas cada um faz sua escolha de como Viver e Ser. Livre Arbitrio. Não esquecendo de dizer que colhemos o que Plantamos.
Vim te trazer o que me pedistes, espero que gostes de algum.
Copie e cole em uma nova página, salve e coloque no teu blog.

http://i.imgur.com/bCpnw8r.png
http://i.imgur.com/V1Hn6ml.png
http://i.imgur.com/xznOKNS.png
http://i.imgur.com/24xjG9B.gif
http://i.imgur.com/trym7Zm.png
http://i.imgur.com/QJxGJdX.png
Beijo grande.

 
Às 27 de janeiro de 2014 06:13 , Blogger Nal Pontes disse...

Oi, Dorli, Pura realidade que vc descreve muito bem. A vida é assim. As vezes é dura, mas prefiro olhar as escritura onde Deus diz que os filhos são herança do Senhor. bjssss

 
Às 27 de janeiro de 2014 06:37 , Blogger Samuel Balbinot disse...

Boa tarde Dorli.. não somos nós que escolhemos os filhos , são eles que nos escolhem e nunca eram a barriga da ma~e srsrs bjs amiga querida

 
Às 27 de janeiro de 2014 06:53 , Blogger MARIA MACHADO disse...

Bom dia querida Dorli!

Muito bom ler teus texto é uma reflexão, um ensinamento de vida.
Dorli você cada dia se supera escrevendo algo importante. Parabéns!

Um abraço

Maria Machado

 
Às 27 de janeiro de 2014 07:56 , Blogger Beatriz Bragança disse...

Querida Dorli
Tem razao! Criamos os filhos com todo o amor e carinho,mas o futuro e sempre uma incognita!
Nunca sabemos que rumo a vida deles vai levar!
Parabens por este texto de intervençao social.Nunca e tarde, para se reflectir e mudar as nossa posiçoes.
Uma excelente semana.
Beijinhos
Beatriz

 
Às 27 de janeiro de 2014 08:10 , Blogger ✿ chica disse...

É bom tê-los e saber que se um deu errado, não foi por nossa culpa...Saber ter feito o melhor dá uma boa sensação!!bjs praianos,chica

 
Às 27 de janeiro de 2014 08:14 , Blogger Arione Torres disse...

Oi amiga Dorli, independente do que aconteça, é sempre uma alegria ter um filho.
Beijos e uma linda semana!

 
Às 27 de janeiro de 2014 10:16 , Blogger Lu Nogfer disse...

Oi Dorli

Ha tantos filhos que nao valorizam tudo o que os pais fizeram por eles na infância e juventude. Os pais se matam de tanta preocupação e sacrifício que pelo o que vejo por ai, por vezes nem sei se valeu a pena. É muita injustiça por parte de filhos sem coração.
Nao somos pais pois meu esposo nao pode e Deus nao quis, entao nao posso falar com autonomia, mas sei que pros pais sempre vale a pena o que fazem . Pois fazem tudo com muito amor e prazer mesmo que depois sofram com desprezo dos filhos ja criados

Bela reflexão e que muitos filhos rebeldes passem por aqui e que ainda nao seja tarde pra repensarem seus atos...

Beijo

 
Às 27 de janeiro de 2014 10:24 , Blogger Cidália Ferreira disse...

Boa noite Dorli!
Amiga, que texto tão verdadeiro...de tal forma que, conheço muito exemplos que cita no texto, não retiro nem uma virgula...

( A minha/nossa educação de outros tempos era diferente, não tinhamos a abertura com os nossos pais/Mãe...Falo por mim, a necessidade de me casar cedo, podia-me ter dado outro conselho) Mas ainda considero que tive uma boa educação...NO ENTANTO E ONDE QUERO CHEGAR COM ISTO.... É QUE ELE MORREU SEM LHE TER DITO QUE A AMAVA....Já está a fazer 20 anos...e isso ainda hoje me dói!)
E mais não digo

AMEI O TEXTO

Beijo, e óptima semana.

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

 
Às 27 de janeiro de 2014 11:25 , Blogger Anne Lieri disse...

Dorli,infelizmente existem muitos casos assim hoje em dia! Texto muito apropriado e alerta aos pais tb! bjs e boa semaninha!

 
Às 27 de janeiro de 2014 11:43 , Blogger Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Oi amiga Dorli,filhos é muito bom tê-los,amá-los e criá-los com sabedoria,para enfrentarem o dia a dia da vida com muita garra.
Lindo texto.
Perdão em somente comentar agora,mas meu marido foi fazer um e exame pela manhã e eu hoje,passei mal,acho que é virose da praia.
bjs
Carmen Lúcia.
bjs
Carmen Lúcia.

 
Às 27 de janeiro de 2014 12:13 , Blogger Nádia Santos disse...

Filhos é sonho de quase todos casais, mas realmente é uma loteria, depois que crescem não sabemos se o que passamos é tão forte ao ponto de superar o que encontram de ruim nas ruas. Eu, graças a Deus, tive muita sorte, meus filhos são duas jóias. Bjus querida.

 
Às 27 de janeiro de 2014 13:52 , Blogger Ivone disse...

Dorli, sei que há casos assim e muitos por sinal, mas ainda bem que não é a regra, ainda bem que muitos pais são felizes com seus filhos em todas as fases, eu pelo menos agradeço imensamente essa linda benção que tive!
Abraços e sei que a reflexão é a intenção do postado aqui!

 
Às 27 de janeiro de 2014 18:11 , Blogger Vera Lúcia disse...

Olá Dorli,

Filhos são bençãos, embora muitas vezes tragam grande sofrimento para os pais. Outras vezes, fazem a alegria de uma família. É difícil conduzir a educação e formação dos filhos, mas creio que o mais importante é que os pais façam o seu melhor, com amor, cientes de suas responsabilidades. Chega o momento em que os filhos se libertam e alguns fazem escolhas infelizes, como as drogas, infelizmente. Aí, a família precisa de muita estrutura para não se deixar sucumbir.

Beijo e ótima noite.


 
Às 28 de janeiro de 2014 00:54 , Blogger Rita disse...

Bom dia Dorli, sim tem filhos que dão muito trabalho mesmo, muitos optam por não te-los..mas eu agradeço a Deus pelo que tenho, são muito unidos e amigos, eu tenho o maior orgulho deles, um presente divino que ganhei....Mas tenho dó sim dos que não tem sorte..

Abraços com carinho!

└──●► *Rita!!

 
Às 28 de janeiro de 2014 02:09 , Blogger lia disse...

Bem colocado este teu texto, mas ainda bem que não é regra geral. Eu preferi tê-los, para sabê-los, hehehe. Carinhoso abraço.

 
Às 28 de janeiro de 2014 02:27 , Blogger Ritinha disse...

Ah! Bom dia linda amiga, desculpe a ausência, mas a correria antes das férias é assim mesmo. Vou sentir saudade daqui, mas assim que eu conseguir dar uma escapadinha, venho te visitar...
E sobre ter filhos... Nossa! a gente aprende com eles da infãncia até a fase adulta, mesmo quando saem de casa.
Mas, é bom demais!!!! Ser mãe e principalmente avó!
bjs
Te adoro
Ritinha

 
Às 28 de janeiro de 2014 12:15 , Blogger Daniel Andre disse...

Como já comentei contigo, eu sou o pai da minha sobrinha. Ela me chama de pai, e eu a mimo com todas as forças do mundo. É tudo muito lindo. Vitoria hoje tem 3 aninhos, e chegará na fase da adolescência, onde o questionamento e rebeldia são constantes. Acredite amiga: já estou me preparando para isso.

Mega abraço
Dan.

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial